NOME

MÁRIO Goulart LINO

DATA DE NASCIMENTO

09/01/1937
NATURALIDADE
Horta (Açores)
INTERNACIONALIZAÇÕES
6 jogos pela Selecção AA
1 jogo pela Selecção B
POSIÇÃO
Defesa Laterla Direito

CLUBES
(como jogador)

Fayal
(52/53 a 53/54)
Lusitânia dos Açores
(54/55 a 57/58)
Sporting
(58/59 a 67/68)
Enquanto jogador foi INTERNACIONAL AA por 6 vezes. Em cima fotografado com Pelé e Garrincha em 1962.
Capa da revista "Ídolos do Desporto"
Colecção de cromos "Arte e Futebol" (caricatura de Francisco Zambujal)
 

CLUBES
(como treinador adjunto)

Sporting
(67/68 a 72/73)

CLUBES
(como treinador principal)

Sporting
(67/68 a 68/69)
* - juniores
Sporting (68/69)
* - em Janeiro (um jogo)
Sporting (71/72)
* - Fevereiro a Maio
Sporting (72/73)
* - principal a partir de Abril
(vencedor da Taça)

Sporting (73/74)
(vence o campeonato e a
Taça de Portugal)

Farense (74/75)

Vitória de Setúbal (75/76)
Sp. Braga (76/77)
* - Finalista da Taça de Portugal
Portimonense (77/78)
* - a partir da 7.ª jornada
Portimonense (78/79)
* - Campeão Nacional 2ª Divisão
Boavista (79/80)
* - vencedor da Supertaça
(primeira edição)
Sp. Braga (80/81)
Boavista (81/82)
* - até à 21.ª jornada
Farense (81/82)
* - parte final da época
Marítimo (82/83)
* - a partir da 13.ª jornada
Marítimo (83/84)
* - nos primeiros 15 jogos
Olhanense (84/85)
6.º da Zona Sul da 2ª Div.
Águeda (85/86)
* - até à 6.ª jornada
Beira-Mar (86/87)
sem clube? (87/88)
Barreirense (88/89) inc.
Peniche (88/89)
Peniche (89/90) inc.
CLUBES
(como dirigente)
Sporting
(1991/92 a 2000/01
e 2004/05 a 2011/12)
 
Histórico jogador do Sporting de 1958 a 1968, na última época da sua carreira de futebolista acumulou as funções de jogador (numa altura em que já jogava mais pelas reservas) com o cargo de treinador dos juniores e mais tarde com o de adjunto da equipa principal.

Em Janeiro de 1969 comanda pela primeira vez, interinamente, a equipa principal, e na época seguinte substitui Fernado Vaz em Fevereiro e comanda os "leões" até à chegada do inglês Ronnie Allen em Maio.

Allen fica em Alvalade até Abril da temporada seguinte, e é novamente Mário Lino a orientar a equipa até final da época, vencendo a Taça de Portugal.

Na temporada seguinte é o escolhido e vence o campeonato e a Taça (apesar de já não estar no banco no Jamor, por desentendimentos com a direcção).

Passa depois por vários outros emblemas do futebol nacional, no escalão maior, até ao início dos anos oitenta.

Nesse década passa também por clubes do escalão secundário, entre os quais o nosso, exactamente na primeira época em que o Olhanense passa a jogar no José Arcanjo.

No início da década de noventa regressa ao "seu" Sporting, desempenhando as funções de secretário técnico do departamento de futebol juvenil, depois foi também chefe do departamento de futebol profissional durante alguns anos e mais tarde coordenador administrativo do futebol juvenil.

FONTES:
> PRIMEIRA LIGA
> FORA DE JOGO
> WIKISPORTING


   
     


 
 
 

© 2015 - OLHANENSE.NET - Página não oficial sobre o S. C. Olhanense
Caso tenha alguma informação adicional, correção ou alteração a fazer
sobre esta ficha, agradecemos o seu contacto através do e-mail abaixo indicado: