NOME

Dâmaso da Encarnação
"CASSIANO"

DATA DE NASCIMENTO

12/12/1903 ou 1904
em Moncarapacho

DATA DE FALECIMENTO

28/01/1976
em Olhão

CLUBES
(como jogador)

Olhanense
(a partir de 1916)
(...)
SL Faro? (20/21)
Victoria FC Olhão? (20/21)
Olhanense (21/22) 16-7
Olhanense (22/23) 29-5
Olhanense (23/24)
Olhanense (24/25)
Olhanense (25/26)
Olhanense (26/27)
Olhanense (27/28)
Olhanense (28/29)
Olhanense (29/30)
Olhanense (30/31)
Olhanense (31/32)
Olhanense (32/33)
Olhanense (33/34)
Olhanense? (34/35)
(...)
CLUBES
(como basquetebolista)
Olhanense
Ginásio Olhanense

CLUBES
(como treinador)

Olhanense? (34/35)
Olhanense (35/36)
Olhanense (36/37)
Olhanense (37/38)
Olhanense (38/39)
Olhanense (39/40)
(...)
Olhanense (44/45)
* - com José Mendes
Olhanense (45/46) - juniores
? (46/47)
Olhanense (47/48) - juniores
Olhanense (48/49)
* - com José Mendes
(...)
Olhanense? (54/55)
* - depois de Mascaró?
(...)
Louletano (59/60)
Olhanense (60/61)
(...)
Olhanense (64/65)
* - regresso para as camadas jovens
(...)
Marítimo Olhanense
(...)

 


 
Órfão de pai e mãe, Dâmaso da Encarnação foi abandonado à porta da igreja de Moncarapacho, sendo criado por um vendedor de bolos ambulantes, de nome Cassiano do Carmo Serrano (possivelmente também ele talvez tenha sido jogador do Olhanense), e de quem ganhou a alcunha "Cassiano".

Ainda muito jovem, Dâmaso jogava com outros rapazes da sua idade, com bolas de trapos, no Largo da Feira. Reza a lenda em Olhão que um dia José Arcanjo observou o jogo e por ter apreciado as qualidade  do jovem futebolista, ofereceu uma bola de cautchú. Nessa noite "Cassiano" terá dormido com a bola.

No que concerne a factos, terá começado a alinhar pelo nosso clube em 1916, ainda adolescente, mas como nos anos seguintes o nosso clube esteve menos activo e não exisitam competições mais a sério em Olhão, foi convidado para jogar no Sport Lisboa e Faro e, não escondendo o entusiasmo, ia a pé para participar nesses mesmos jogos.

Quando entre 1918  e 1919 Armando Amâncio, Cândido do Ó Ventura e o "Pai" Jorge uniram esforços para reorganizar o Olhanense, foi solicitado o regresso de Cassiano que rapidamente se tornou um dos principais jogadores da gloriosa equipa dos anos vinte.

Jogou ainda também alguns anos na década seguinte, até se lesioanr gravemente num jogo contra o Farense, passando a treinador e massagista do clube.

Nessa altura passa também a ser praticante de basquetebol, no Ginásio Olhanense (antes tinha feito também parte das primeiras formações da modalidade do nosso clube), e ficou famoso na então Vila de Olhão da Restauração como grande impulsionador da pática desportiva entre os jovens, do futebol ao basquetebol, passando pelo atletismo.

Orientava as camadas jovens do Olhanense, mas sempre que era  necessário era chamado à equipa principal. Com outro filho da terra,  JOSÉ MENDES, orientou várias vezes o «primeiro team», sendo a mais famosa dessas ocasioes a final da Taça de Portugal em 1945.

Em 1961 é com Cassiano no "leme" que o Olhanense regressa á 1.ª Divisão, depois de dez anos de ausência.

Esteve também ligado ao Marítimo Olhanense e criou a equipa de veteranos Sporting Olhanense e Saudade, tendo em vista realizar jogos em beneficiência de antigos jogadores em dificuldades.



Rúbrica "Ídolos do Passado", por Marproleon

(Jornal "O Olhanense" de 15/07/2009)


 

Texto de Francisco Palmeiro

(Jornal "O Olhanense" de 1976)


     


 

 



© 2015 - OLHANENSE.NET - Página não oficial sobre o S.C.O. / Unofficial Page about S.C.O.
Caso tenha alguma informação adicional, correção ou alteração a fazer sobre esta página, agradecemos que nos contacte através do endereço de e-mail abaixo
If you have any additional information, change or correction to make on this page , please contact us through the e-mail address bellow